Junho: Sofia Coppola volta a dirigir Dunst em filme de época

Farrell é o centro das tensões.
Farrell é o centro das tensões.

Depois de “Maria Antonieta”, Sofia Coppola volta a dirigir filme de época e a escalar Kirsten Dunst (trilogia “Homem-Aranha”) em “O Estranho Que Nós Amamos”. O longa trata das tensões que envolvem o recolhimento de um soldado ferido durante a guerra civil americana.
Com Nicole Kidmann (“Os Outros”), Colin Farrel (“Miami Vice”) e Elle Fanning (“Malévola”), estreia em junho. Curta a página de Breve nos Cinemas no Facebook e siga @brevenoscinemas no Twitter para ficar por dentro de notícias de bastidores e trailers inéditos no cinema.