RB| Revistas

Gibiteca. Foto - Alice Rodrigues

Gibiteca homenageia personagens dos quadrinhos curitibanos

 Gibiteca. Foto - Alice Rodrigues

A Gibiteca de Curitiba inaugura nesta sexta-feira, às 19h, a exposição “Traços Curitibanos – Personagens de Curitiba”, que comemora o aniversário dos personagens mais conhecidos dos quadrinhos curitibanos: 30 anos do Marcozinho, 25 anos do Curitibinha, 20 anos do Gralha e 10 anos da Loira Fantasma de Curitiba.

A exposição conta com publicações, display e ilustrações dos aniversariantes e traça um panorama cronológico de todos os personagens locais desde 1926, quando foi criado o primeiro deles, Chico Fumaça, de Alceu Chichorro.

No mesmo dia, será feito o lançamento das revistas “A Loira Fantasma de Curitiba” e “Curitibinha”, e do livro ilustrado “As aventuras do Pirata Zulmiro”.

Será realizado também um debate com os curadores da mostra “Traços Curitibanos” – Antonio Eder, Marcelo Lopes, Natan SS, Walkir Fernander e Fúlvio Pacheco.

As revistas 

“A Loira Fantasma de Curitiba” é a personagem de Fúlvio Pacheco baseada na notória lenda urbana da capital paranaense.

Após 10 anos fazendo aparições em revistas de quadrinhos como Bocas Malditas, Cidade Sorriso dos Mortos Vivos e Quadrinhópole Lobo da Estrada, a personagem ganha agora a sua própria revista pela Editora Estronho.

O roteiro, parceria entre Fúlvio e  Ma Matiazzi, explora a aterrorizante perseguição da loira contra taxistas de CWB, como vingança contra o taxista que a assassinou.

Além do traço em stencil de Fúlvio Pacheco, a revista conta com a arte de 40 quadrinistas convidados nas mais variadas técnicas de ilustração.

O “Curitibinha Volume 1” é o primeiro álbum em quadrinhos do piá ecológico de CWB, criado pelo cartunista Marco Vaz.

Lançado em 1993, nas comemorações alusivas aos 300 anos de CWB, o personagem foi um grande sucesso nas escolas municipais até o início dos anos 2000.

Neste álbum são apresentados os personagens que compõem o núcleo principal do Curitibinha: Fosco, Graciosa, Curiticão, a gralha azul Celeste, a araucária Sorriso e os pais adotivos Tio Barigui e Dona Felicidade.

“As Aventuras do Pirata Zulmiro” é um livro ilustrado infanto-juvenil, escrito pelo pesquisador Marcos Juliano, com as ilustrações do desenhista curitibano Francis de Cristo.

O livro conta sobre as aventuras de um legítimo pirata inglês que veio se esconder na cidade de CWB, e aqui viveu até o fim dos seus dias.

Narra à vida de Zulmiro, desde o seu nascimento no longínquo ano de 1798, passando por grandes aventuras no oceano enfrentando outros piratas em fantásticas batalhas marítimas, ao lado de sua companheira, a cigana Hortênsia.

O pirata Zulmiro, em parceria com outros piratas, escondeu um fabuloso tesouro na ilha da Trindade, que foi alvo de inúmeras expedições inglesas e brasileiras ao longo dos anos.

O fim de semana será marcado por outro evento na área dos quadrinhos.

É o “Literatiba”, com uma programação de palestras e debates sobre essa linguagem literária.

O evento acontece das 10h às 19h, no Memorial de Curitiba.