60% das denúncias sobre animais recebidas em 2017 são casos de negligência

Cachorro

Das 479 denúncias recebidas sobre animais em 2017 pela Secretaria Municipal de meio Ambiente (SMMA), de Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba, 289 são casos de negligência.

Deixar o animal sem água ou comida, abrigo, preso à corrente curta, em ambiente sujo ou estando doente são alguns exemplos das situações encontradas no município. Nesses casos, o dono pode ser orientado, notificado ou até multado pela equipe de fiscalização, dependendo da gravidade da situação.

Em segundo lugar nas denúncias estão os casos de animais com acesso à rua (ataques, mordedura e soltura) com 83 registros. As situações de abandono receberam 58 denúncias. Houve ainda 42 registros de resgate de animais silvestres, seis situações envolvendo acumuladores (de animais ou de materiais que possam comprometer a saúde física ou mental) e uma de comércio irregular de cães.

Segundo a secretaria, na grande maioria dos casos, a orientação ou a notificação já é suficiente para que o dono do animal tome as providências visando sanar o problema encontrado.

Nos casos mais graves, o dono pode ter que responder a um processo criminal, ser detido e pagar multa (conforme lei 9.605/98). As denúncias sobre maus tratos aos animais podem ser comunicadas pelo telefone (41) 3614-7480.

Bem-estar 

A preocupação com o bem-estar animal levou a secretaria a realizar diversas ações ao longo do último ano. Em quatro feiras de adoção, 58 cães ganharam uma família para lhe dar atenção e ser cuidado. Um total de 407 animais recebeu microchipagem no ano 2017; 174 deles no evento “Saúde Animal no Bairro”, realizado no Jardim Alvorada.