Jogo “Baleia Azul” é suspeito de provocar mais uma morte no Paraná

Baleia Azul

Um adolescente de 15 anos tirou a própria vida em Florestópolis, cerca de 73 quilômetros de Londrina. O caso foi registrado no final da tarde de domingo (23) e pode ter relação com o jogo baleia azul, que propõe desafios aos participantes de automutilação e suicídio.

O menino foi identificado como João Victor dos Santos Dias. Ele foi encontrado pelo pai ainda consciente dentro do carro da família, depois de ter inalado muita fumaça. João Victor tinha em mãos uma panela pegando fogo com álcool e querosene. Ele foi levado até o Hospital Santa Branca, em Florestópolis, mas não resistiu e morreu.

Não foram encontradas lesões no corpo do adolescente. De acordo com o pai do garoto, o menino ficava muito no celular ultimamente, e no momento em que foi encontrado, o celular estava no painel do carro. O aparelho foi apreendido e a Polícia Civil instaurou um inquérito para investigar o caso. O corpo de João Victor está no Instituto Médico Legal (IML) de Londrina e vai passar por autópsia durante esta manhã para confirmação da causa da morte. (TV Tarobá)

Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, não é possível afirmar que o fato tenha relação com o jogo. O caso será apurado pela delegacia local. Se houver comprovação de que o adolescente estava participando da “Baleia Azul” as investigações serão encaminhadas para a força-tarefa paranaense criada pelo Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas e Crime (Nucria), o Núcleo de Crimes Cibernéticos (Nuciber) e a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Baleia Azul

Ao menos três estados brasileiros – Mato Grosso, Minas Gerais e Paraíba – também estão investigando casos de suicídio relacionados ao “Blue Whale”, ou desafio da Baleia Azul. A diferença desses casos para os de Curitiba é que foram registrados isoladamente.

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que vai abrir um inquérito para apurar o caso de um adolescente, de 15 anos, encontrado morto em casa, em Belo Horizonte, no último fim de semana. Em Vila Rica (MT), uma adolescente de 16 anos cometeu suicídio na terça-feira, dia 11. Ela deixou duas cartas onde falava sobre as regras e a cronologia das ações a serem cumpridas e também apresentava cortes nas coxas e nos braços. Em Pará de Minas (MG), um jovem de 19 anos morreu no dia 12. À polícia, a mãe afirmou que o garoto também estava participando do “Baleia Azul”.

Na Paraíba, a Polícia Militar (PM) abriu no, dia 11, uma investigação para apurar a participação de estudantes de João Pessoa no jogo. As denúncias são de que alunos estariam participando do grupo e já teriam realizados “tarefas” de automutilação.