Após ciberataque, agências do INSS normalizam atendimento no Paraná

INSS

A Agência do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) da Praça Santos Andrade, no centro de Curitiba, voltou a funcionar normalmente nesta sexta-feira (19), informou a assessoria de imprensa. O local estava com serviços suspensos desde a última segunda-feira (15) quando o sistema foi alvo dos hackers que realizaram um ciberataque a nível mundial.

Algumas agências do INSS do Paraná foram atingidas, como a de Guarapuava e Ponta Grossa, mas algumas voltaram a atender sem nenhum tipo de problema no sistema ao longo da semana.

Segundo o órgão, a agência vai entrar em contato com as pessoas que tinham atendimento marcado durante a semana para fazer o reagendamento.

A assessoria de imprensa afirmou que vai divulgar um balanço nacional das agências afetadas nas próximas horas.

Ciberataque

O Ciberataque deixou pelo menos 200 vítimas em 150 países.

O software malicioso que se propagou na sexta-feira bloqueou os computadores em numerosos centros de saúde no Reino Unido, bem como em empresas e órgãos públicos na Espanha, França, Alemanha e Rússia, entre outros países. “Fazemos cerca de 200 operações globais por ano contra o crime cibernético, mas nunca vimos nada como isto”, disse o diretor do Serviço Europeu de Polícia (Europol), Rob Wainwright.

O responsável da Europol alertou que o setor de saúde está especialmente exposto a ataques similares, e recomendou que todas as organizações deem prioridade a medidas para proteger seus sistemas e atualizem as versões do software com o qual trabalham. “Advertimos já há algum tempo que o setor de saúde em muitos países é particularmente vulnerável e é responsável por processar uma grande quantidade de informação sensível”, detalhou o diretor da Europol.