Após tratamento, tartarugas são devolvidas ao mar no litoral do Paraná

Foto: LEC
Foto: LEC
Por repórter Karina Bernardi da CBN Curitiba

Cinco tartarugas verdes foram devolvidas ao mar em Pontal do Paraná, na última semana. Os animais foram soltos na natureza após receberem tratamento no Centro de Reabilitação Temporário do CEM (Centro de Estudos do Mar), da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os animais ficaram em observação por 24 horas e receberam uma identificação.

As tartarugas foram capturadas por pescadores acidentalmente em suas redes, na região da Ilha do Mel. Os próprios pescadores fizeram contato com a equipe do CEM. De acordo com a coordenadora do Laboratório de Ecologia e Conservação (LEC), Camila Domit, o aparecimento de tartarugas marinhas é comum nesta época do ano.

“De maio até outubro é normal um número alto de tartarugas no litoral do Paraná. Estamos registrando um número maior de acidentes com as redes”, afirmou.

Outras duas tartarugas verdes ainda estão em tratamento e foram trazidas a Curitiba na tarde de sexta-feira (12), para a realização de exames de raio x em uma clínica. A equipe do CEM já constatou que elas haviam engolido lixo, uma situação bastante comum segundo Camila Domit.

“80% das tartarugas encontradas mortas no litoral do Paraná, estão com o estômago ou o intestino repletos de lixo”, explicou.

Depois que elas estiverem reabilitadas poderão também voltar ao mar. As tartarugas verdes medem até 1,2 metro e chegam a pesar cerca de 150 kg. Somente em 2016, 50 tartarugas foram resgatadas pelos pesquisadores do CEM. Na maioria dos casos o retorno à natureza acontece de forma imediata,.