Ciberataque afeta atendimento em agências do INSS no PR

INSS

O ciberataque mundial afetou agências do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na manhã desta segunda-feira (15). O ataque dos hackers começou na última sexta-feira (12) e deixou pelo menos 200 mil vítimas em cerca de 150 países.

Em Curitiba, na região dos Campos Gerais e no Centro do Paraná, agências com atendimento ao público suspenso.

De acordo com o órgão, as agências abriram nesta segunda e o sistema está sendo reiniciado aos poucos. A agência afirmou que dados dos contribuintes não foram acessados pelos hackers.

Na capital, a agência da Praça Santos Andrade está sem sistema e, por isso, está com o atendimento ao público afetado. A agência de Guarapuava e de Petrópolis, na região central, estão com o atendimento suspenso.

Veja a nota do INSS na íntegra:

“O INSS informa que as agências abriram normalmente nesta segunda-feira (15).
O sistema está sendo reiniciado aos poucos, o que pode ocasionar atrasos pontuais no atendimento das agências. Em alguns casos, os processos estão sendo feitos manualmente, o que pode atrasar a fila de atendimento.
Hoje, o INSS mantém o serviço normalmente e orienta os agendados da última sexta-feira (12) a entrarem em contato pelo telefone 135 para receberem as devidas orientações. A central de atendimento também entrará em contato com os segurados.
O INSS ressalta que o sistema não foi infectado, ou seja, os dados dos segurados estão resguardados. Apenas as informações salvas no desktop das máquinas atingidas foram criptografadas.”