Auditor da Receita é preso acusado de intimidar investigadores e promotores

Imagem; reprodução Tarobá Londrina
Imagem; reprodução Tarobá Londrina

O auditor da Receita Estadual do Paraná Orlando Aranda, investigado na Operação Publicano, foi preso neste fim de semana em Londrina, no norte do estado.

Aranda foi condenado a 14 anos de prisão por envolvimento em fraudes na Receita Estadual e estava em liberdade depois de recorrer da sentença.

Desta vez ele foi preso preventivamente, por tempo indeterminado, acusado de coagir investigadores  promotores depois de ser flagrado em frente à sede do Ministério Público fotografando e filmando a entrada e saída de carros e de funcionários.