Conselho tutelar denuncia maus-tratos a adolescente com deficiência mental

Imagem: Conselho Tutelar
Imagem: Conselho Tutelar

Uma adolescente de 14 anos que tem deficiência mental, sofre maus-tratos da madrasta de acordo com um Boletim de Ocorrência registrado pelo Conselho Tutelar de Maringá, no noroeste do Paraná.

A menina é aluna da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) e estava sem frequentar a instituição por aproximadamente 30 dias. A direção da escola acionou o conselho. A adolescente foi encontrada em casa com sinais de desnutrição grave e marcas pelo corpo, de acordo com o conselho, ela foi agredida pela madrasta.

Como não houve nenhuma denúncia do caso, os conselheiros apontam que existe a conivência do pai.

A menina está internada de Pronto Atendimento (UPA) Zona Norte, onde está internada. Quando receber alta, a adolescente será encaminhada para um abrigo do município.

De acordo com a Polícia Civil, o caso foi encaminhado para a Delegacia da Mulher do Município e será instaurado um inquérito para apurar o caso.