Duas pessoas são presas por corrupção na Receita Estadual

corrupção receita estadual presos

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e o Grupo Especializado na Proteção ao Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria) prenderam duas pessoas acusadas de corrupção na Receita Estadual de Laranjeiras do Sul, na manhã desta terça-feira (14).

Uma auditora fiscal e seu companheiro foram detidos. Segundo as investigações, os suspeitos ameaçavam contribuintes de aumentar indevidamente o valor de imóveis sujeitos ao pagamento de ITCMD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação, que deve ser pago por familiares em caso de morte de parente para receber os bens da herança), caso não recebessem vantagem. As investigações apuram também a possível cobrança de propina de comerciantes da região para suprimir outro tributo, o ICMS, que incide sobre a compra e venda de mercadorias.

As autoridades cumprem oito mandados de condução coercitiva – quando a pessoa é levada para prestar depoimento – e quatro de busca e apreensão, na agência da Receita e na casa dos presos.

A operação se desenvolve também em Chopinzinho, Nova Laranjeiras, Porto Barreiro e Virmond.

Os mandados decorrem da operação Pacman, que investiga corrupção na Receita Estadual em Laranjeiras do Sul.