Criança morre ao ser atingida por estrutura de concreto em praça no PR

Foto: Colaboração | Liliane Dias / TV Tarobá
Foto: Colaboração | Liliane Dias / TV Tarobá

Uma criança de nove anos morreu após ser atingida por uma estrutura de concreto que desabou sobre ela enquanto brincava em uma praça de Cascavel, no Oeste do Paraná, na manhã deste domingo (11). O muro estava com a estrutura comprometida e havia sido alvo de reclamações dos moradores nas últimas semanas.

O menino de nove anos brincava no local com outras duas crianças, que não ficaram feridas, quando o acidente aconteceu.

Socorristas do Corpo de Bombeiros e médicos do Siate foram acionados, mas João Vitor Oliveira dos Santos já estava morto. O corpo da criança foi encaminhado para o Instituto Médico-Legal de Cascavel para necropsia e deve ser liberado para os familiares nas próximas horas.

Em entrevista a Central Gazeta de Notícias (CGN), uma moradora do Bairro Floresta, que preferiu não se identificar, declarou que o espaço estava abandonado. “Tem que acontecer uma tragédia dessa, a gente perder uma criança inocente, por que a prefeitura colocou esse espaço aqui e abandonou” declarou. Ela diz que um pedaço da estrutura já tinha caído. Um outro morador afirma que o abandono do local atraiu usuários de drogas.

De acordo com moradores, a prefeitura foi notificada sobre o abandono da área e que o muro oferecia risco à população e, na semana passada, equipes do departamento de obras teriam ido ao local e feito somente a roçada da grama na área.

“Lamentamos a tragédia e o que podemos fazer agora, além da apuração das responsabilidades, é sermos solidários com o sofrimento desta família”, disse o prefeito Leonaldo Paranhos (PSC).

Investigação

Procurada, a assessoria de imprensa da prefeitura de Cascavel informou que uma investigação será instaurada para apurar as causas do acidente. “Uma obra dessas não pode ser construída para durar apenas cinco anos e isso também deverá ser apurado”, afirma Paranhos.

Paranhos determinou que as secretarias de Meio Ambiente, Ação Comunitária e Serviços e Obras Públicas a interdição de todos os locais que tenham obras semelhantes, independente de seu estado de conservação. “Estamos determinando que todos sejam interditados até que uma avaliação técnica seja feita para verificar se foram executados de forma correta e se oferecem risco ou não à população”, informou o prefeito.

A construção do Centro de Vivência do Floresta foi realizada em 2012 e fez parte de um pacote de obras que incluiu construções em outros bairros entre eles Claudete, Pacaembu, Brasmadeira, Brasília, Santa Cruz, e Região do Lago.