CWB é o mais bem avaliado outra vez e ganha novos voos

Foto: Divulgação/ Prefeitura de SJP

Metro Jornal Curitiba

O Aeroporto Afonso Pena, em São José dos Pinhais, foi escolhido pelos passageiros como o melhor do país pela quarta vez seguida, segundo pesquisa trimestral de satisfação geral da Secretaria de Aviação Civil, que ouviu 13,8 mil pessoas entre janeiro e março.

A avaliação é feita pelo órgão nos 15 principais aeroportos do país (que movimentam 80% do público) desde 2013. Esta é a oitava vez que o Afonso Pena fica em primeiro, ou seja, liderou em praticamente metade das 17 pesquisas realizadas até aqui.

A nota obtida pelo Aeroporto Internacional de Curitiba no primeiro trimestre deste ano – 4,73 em uma escala que vai até 5 – também é a maior da série histórica. Na média geral, a nota registrada foi igualmente à melhor, de 4,34.

A pesquisa avalia 38 itens sobre infraestrutura, facilidades ao passageiros, cias aé- reas, órgãos públicos e transporte público. Como nem tudo são flores, o Afonso Pena ficou por último em três itens: Qualidade da internet/ wi-fi disponibilizada; Qualidade das instalações de estacionamento de veículos e Disponibilidade de vagas no estacionamento de veículos.

Sobre os últimos dois pontos, a situação pode melhorar em breve, já que um edifício- -garagem está em construção e deve ficar pronto em outubro deste ano com pelo menos 2,4 mil vagas.

Há um ano e meio, foi concluída a reforma que era para Copa, dobrando a capacidade anual de passageiros (de 6,9 milhões para 14,8 milhões) e o tamanho do terminal (de 45 mil m² para 112 mil m²).

Mais voos

Daqui a dois meses, em julho, o Afonso Pena terá mais voos à disposição dos passageiros. Nesta semana, a Aerolíneas Argentinas anunciou que terá voos diários para Buenos Aires – único destino internacional atualmente.

A ampliação no número de voos acontece por causa do aumento da demanda de passageiros e de cargas entre o Paraná e a Argentina, visto que a ocupação diária da aeronave passou de 70%, no ano passado, para 90% neste ano.

A operação da empresa argentina foi iniciada há três anos com três voos semanais e desde o mês passado passou para seis, de quarta a segunda-feira.

Além disso, também em julho, as empresas nacionais preparam voos extras para a alta temporada.

A Azul já anunciou a inclusão de quatro voos semanais Curitiba-Recife, que hoje conta com um voo semanal. Gol e Latam informaram que vão operar voos extras no mês, mas ainda não definiram a programação.