Família procura menino de 2 anos

Criança desaparecida
Luis Felipe dos Santos Machados tem dois anos e nove meses (Foto: arquivo pessoal)

Um menino de 2 anos está desaparecido desde a noite da última terça-feira (27) em Telêmaco Borba, nos Campos Gerais. Luiz Felipe Machado brincava no quintal de casa quando desapareceu e os Bombeiros não tinham, até a noite de ontem, pistas de sua localização.

Luiz Felipe desapareceu por volta de 18h30. “Ele estava brincando no quintal quando começou a escurecer. Ele desapareceu em um instante e na hora nós batemos de casa em casa. Quando vimos que ele não estava por ali, já chamamos a polícia”, conta Gislaine Machado, tia da criança.

A casa, assim como as da vizinhança, não tem portão, e fica em uma esquina próxima a um matagal e a 600 metros do Rio Tibagi.

O Sicride (Serviço de Investigação de Crianças Desaparecidas) já investiga o sumiço, e informações podem ser passadas pelo telefone (41) 3224-6822 ou para a PM de Telêmaco Borba, no (42) 3271-2605.

Segundo o Sicride, só neste ano, foram registrados 11 casos de desaparecimento de crianças na região de Ponta Grossa. Em 2016, foram 21; todas elas foram encontradas.

Criança desaparecida

Brayan

O desaparecimento de Brayan Raab Fonseca, de 1 ano e 11 meses, em Cerro Azul, Região Metropolitana de Curitiba, completou 10 dias nesta quinta-feira (29).

A suspeita é que Brayan tenha caído nas águas do Rio Ribeira, que passa próximo à propriedade da família. O Corpo de Bombeiros mantém buscas na região.

João Rafael

O desaparecimento de Brayan e Luiz Felipe é muito parecido com o caso de João Rafael Kovalski, que sumiu em Adrianópolis, região metropolitana de Curitiba, em agosto de 2013.

João Rafael também tinha dois anos quando desapareceu. A família acredita que o menino foi sequestrado.  Ele nunca foi encontrado.