Governo não dá conta de demanda por carteiras de identidade

Narley Resende

O Instituto de Identificação do Paraná admite que não dá conta da demanda por emissão de carteiras de identidade neste início de ano. Desde dezembro, cidadãos que precisam emitir 1ª e 2ª vias do documento de RG têm tido dificuldades maiores que as normais. Os problemas começam no agendamento.

O aumento da demanda faz com que muitas pessoas tentem agendar ao mesmo tempo. Como há um limite de atendimentos, para evitar o acúmulo de pessoas na sede do Instituto, uma “janela de tempo” é aberta no site da instituição para que as pessoas tentem agendar, a partir das 9 horas. O problema é que boa parte dos interessados não consegue agendar naquele período, que logo se encerra, em 5 minutos, com a lotação dos agendamentos.

A médica veterinária Andrea Marcelino afirma que precisa fazer uma segunda via da Identidade para atualizar seu passaporte. Ela afirma que tenta o agendamento desde outubro. “Tentei em outubro, novembro, dezembro… E nada. Algumas pessoas conseguiram em outras cidades. Eu preciso Mas, poxa, a gente mora em Curitiba e tem que fazer em outra cidade? É uma falta de respeito com o cidadão curitibano”, protesta.

Fernando Moana tem um filho de três anos de idade que vai começar a frequentar a escola em 2018. Por causa disso o engenheiro faz questão que o filho tenha o documento de Identidade. O agendamento deve ser feito pela internet, no site do Instituto de Identificação do Paraná, a partir das 9h. Segundo Fernando, ele entra todos os dias nesse horário na página e não consegue fazer o procedimento.

“Entro no site, seleciono a 1ª via da carteira de identidade, aí você começa a clicar para escolher os horários e o site começa a entrar em looping. Daqui a pouco fala ‘já não tem mais horário’. Isso foi no fim do ano passado. Agora, já não entrava nem em looping, já nem deixava escolher os horários”, reclama.

Por meio de nota, o Instituto de Identificação do Paraná afirma que a procura é grande mesmo e que as pessoas têm que ter paciência. O Instituto participa de mutirões para tentar diminuir a demanda. O último foi no início de dezembro, na Regional do Boqueirão.

Veja a íntegra enviada pela Polícia Civil do Paraná:

“O Instituto de Identificação do Paraná (IIPR) reconhece a grande procura do agendamento do documento de identidade via internet. Para tanto, no intuito de contribuir com a população, o IIPR tem trabalhado constantemente com a organização e participação em eventos públicos e mutirões – ocasiões em que são confeccionados dezenas e milhares de RGs. 

Contudo, a unidade faz um apelo à população que faz o agendamento e não comparece, pois mais de 30% dos agendamentos online não são realizados, pois o solicitante não comparece nos postos para a confecção do documento, isso também atrapalha o serviço prestado à sociedade. 

Visando a otimização dos serviços da instituição, o IIPR implantou a segunda via rápida, onde as pessoas com documento de identidades feitas em até cinco anos, podem solicitar a segunda via do documento pelo site do Instituto de Identificação”. 

Instituto de Identificação

Com informações de Lucian Pichetti, CBN Curitiba.

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook