Número de alvarás em Maringá cresce desde 2011

Foto: Prefeitura de Maringá
Por Eduardo Xavier do Metro Maringá

A quantidade de liberação de alvarás pela prefeitura de Maringá, no noroeste do Paraná, vem crescendo desde 2011, quando foram emitidos 3.245 documentos.

O sistema de o Alvará OnLine, que começou a funcionar em dezembro de 2013, ajudou a agilizar o processo. Segundo dados da Sefaz (Secretaria de Fazenda), no ano passado foram emitidos 4.250 alvarás e neste ano a previsão é que este número seja ultrapassado, já que de janeiro a novembro foram expedidos 4.068 documentos.

De acordo com o gerente do setor de Alvarás da Sefaz, Ségio Teramon, grande parte das liberações de funcionamento é oriunda do Alvará On-Line e para MEI (Microempreendedores Individuais).

O sistema Alvará On-line facilita a emissão do documento sem necessidade de inspeção prévia para os cadastros de baixo risco. Se a empresa já estiver cadastrada na Junta Comercial, o alvará pode sair em cerca de meia hora. A licença é provisória pelo prazo de 60 dias para a realização de vistorias. “O Alvará On-Line é exclusivo para pessoas jurídicas estabelecidas em lojas físicas”, disse Teramon.

Um levantamento feito pela organização Endeavor mostra que o tempo médio para colocar uma empresa em operação em Maringá é de 39 dias. Já a média para operar uma empresa legalmente as 32 cidades pesquisadas é de 62 dias. Cuiabá (MT) tem o menor prazo, de 20 dias. A pior cidade neste quesito é Porto Alegre (RS), com tempo de 163 dias úteis. O ICE 2017 (Índice de Cidades Empreendedoras), da Endeavor, classificou Maringá como a 8ª cidade do país em um ranking de abertura de empresas ou expansão de negócios.