Para contornar a crise, prefeita corta salários da equipe de governo e cancela Festa da Uva

Foto: Reprodução / Google StreetView
Foto: Reprodução / Google StreetView

A prefeitura de Colombo, município da Região Metropolitana de Curitiba, anunciou nesta quarta-feira (11) o corte do salário da prefeita Beti Pavin, do vice-prefeito e todo o secretariado, além de cancelar a tradicional Festa da Uva para contornar a crise financeira do município.

> Prefeita de Colombo é condenada a devolver R$ 106 mil por desvio em construção de escola

Em nota, a chefe do Executivo afirma que os cofres públicos perderam mais de R$ 20 milhões de arrecadação no último ano e isso prejudicou o equilíbrio das contas e das metas fiscais.  Mesmo com a frustração da receita, a prefeita reeleita manteve os investimentos e realizou os pagamentos dos vencimentos e 13° salário dos servidores públicos sem atrasos. “Novas medidas se fazem necessário e nesse sentido eu e minha equipe de trabalho estamos dando nossa contribuição” afirmou Beti Pavin.

Ao todo, a prefeita reduziu o próprio salário em 21,26%. “Frente ao desaquecimento da economia no Brasil, devemos adotar medidas preventivas, com responsabilidade e discernimento, não comprometendo os serviços básicos aos colombenses, e continuarmos com nossas obras, para assim permanecermos gerando emprego e renda, combatendo a crise econômica com trabalho, sabedoria e esforço conjunto de todos nós”, afirmou a prefeita.