Prefeitos do Norte divergem sobre a futura presidência da Amusep

Foto: Reprodução | Edson Scabora / Facebook
Foto: Reprodução | Edson Scabora / Facebook
Com Victor Duarte Faria

Com a presença de 11 dos 30 prefeitos da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep) aconteceu, na manhã desta sexta-feira (6), a primeira reunião da associação em 2017. Os prefeitos se reuniram, às 9h30, na Sala de Reuniões do Paço Municipal de Maringá para discutir sobre o futuro da presidência da associação dos municípios do Norte paranaense, mas terminou sem consenso.

O prefeito de São Jorge do Ivaí, André Bovo (PP), destacou que a união dos prefeitos da região é de extrema importância par todos os municípios. “Temos que buscar na própria Amusep o fortalecimento da própria associação para o bem dos municípios da região – independentemente de questões partidárias”, ressaltou. Após o pronunciamento, Bovo colocou seu nome a disposição para a presidência da associação, pontuando que já há algum tempo acompanha as reuniões e que administrativamente São Jorge do Ivaí está bem organizada, o que propiciaria uma gestão bem equilibrada por parte dele na Amusep.

O prefeito de Maringá, Ulisses Maia (PDT), colocou que a melhor situação possível é um entendimento conjunto por parte de todos os prefeitos – colocando-se a disposição para ajudar no que fosse necessário. “Esse é o caminho: precisamos nos entender e estou aqui para contribuir no que for necessário. Estamos unidos por um propósito”, colocou. Maia declarou apoio ao prefeito de Mandaguari, Batistão (PDT) e que, caso o nome dele não fosse consenso para a presidência – restando apenas o nome de Bovo –, colocaria também seu nome a disposição para a presidência da associação. “Ficamos confortáveis com o nome de Batistão para a presidência, já que Mandaguari é um município próximo a Maringá, o que facilita o diálogo”, pontuou Maia.

A reunião terminou sem um nome em consenso. Bovo e Batistão se reunirão para dialogar e encontrar uma solução cabível para que não houvesse uma fragmentação de chapas na associação. Questionado sobre abrir mão da presidência para que Batistão assumisse o pleito, Bovo disse que sua candidatura não é algo inerente a outro prefeitos. “Fiz um diálogo com outros prefeitos da Amusep que declararam apoio a mim. Não posso abrir mão de minha candidatura antes de falar com eles”, finalizou o prefeito de São Jorge do Ivaí.

Presidência da Amusep
Aos que quiserem se candidatar a presidência da associação, a candidatura deve ser protocolada com no mínimo 48h de antecedência da eleição – ou seja – até no máximo segunda-feira (9), tendo em vista que as eleições ocorrem na quarta-feira(11).

O prefeito Ulisses Maia avaliou essa primeira reunião como bastante positiva e que a Amusep deve crescer bastante com o elevado número de novos prefeitos na associação. “São apenas 8 prefeitos reeleitos. Os outros 22 chegam, assim como eu, em primeiro mandato. Tudo indica que o diálogo será bastante produtivo entre a gente”, concluiu.