Saúde confirma primeiro caso de morte por gripe em Cascavel

Foto: Rodolfo Buhrer/Paraná Portal

A Secretaria Municipal de Saúde de Cascavel, no oeste do Paraná, confirmou a primeira morte por gripe H3N2, do tipo Influenza. Odair Veronese, de 50 anos, morreu no último domingo (16), no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP).

De acordo com a 10ª Regional de Saúde de Cascavel, o paciente, que é motorista de ônibus, era morador de São Miguel do Oeste (SC), e vinha do Pará, com o destino de Santa Catarina. Odair foi encaminhado para o hospital no dia 22 de março, após um mal estar, e permaneceu internado Exames apontaram a causa da morte, como o vírus H3N2.

O H3N2 é o vírus em maior circulação em 2017 no país, de acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBI).

Essa é a segunda morte por gripe registrada neste ano no Paraná. Em fevereiro, uma mulher de 79 anos, morreu por complicações causadas pelo vírus Influenza B. Ela não havia tomado a vacina contra a gripe.

Vacinação contra gripe começa na segunda com professores na lista prioritária

Veja as principais dicas para evitar a contaminação 

  • Lavar sempre as mãos, principalmente após tossir e espirrar. Para lavar a mão, deve-se utilizar água e sabão ou, ainda, álcool 70%. Para utilizar o álcool, é importante não estar com as mãos visivelmente sujas;
  • Utilizar lenços descartáveis;
  • Deixar o ambiente sempre ventilado;
  • Cobrir boca e nariz sempre que espirrar ou tossir;
  • Não tocar na região dos olhos, nariz e boca sem que a mão esteja limpa;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como garrafas, copos e talheres;
  • Evitar contato com pessoa doente, evitando abraços, beijos e apertos de mão;
  • Evitar aglomerações em épocas em que o número de casos da doença for alto.