Seis milhões de reais são repassados para socorrer o Hospital Evangélico

HOSPITAL-EVANGELICO-DIVULGACAO-HOSPITAL-EVANGELICO
Divulgação Hospital

Com AEN e BandNews FM Curitiba

Seis milhões de reais em recursos extras para apoiar o Hospital Evangélico de Curitiba foram repassados pelo governo do Estado. O incentivo vai auxiliar na cobertura de despesas de custeio, como compra de medicamentos e materiais hospitalares.

O Evangélico enfrenta uma grave crise financeira e a intenção é garantir que o hospital permaneça de portas abertas, sem que o atendimento seja suspenso. O repasse do incentivo será dividido em 12 parcelas mensais, sendo as duas primeiras no valor de 1 milhão de reais.

A previsão é que o primeiro pagamento seja feito já na próxima terça-feira (27). Há duas semanas o governo do Estado já havia liberado o repasse de 2 milhões e 600 mil reais à instituição, em caráter de urgência.

De acordo com o secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, o fechamento do serviço geraria um problema muito sério ao sistema de saúde, principalmente nesta época do ano.

“Nós estamos fazendo essa semana esse repasse para o Evangélico, que está em situação de dificuldade. Mesmo tento também obrigação a prefeitura de Curitiba e o governo federal, nós estamos fazendo esse repasse para que a gente possa manter portas abertas e serviços funcionando”, disse o secretário em entrevista à BandNews FM Curitiba.

Segundo o interventor do Hospital, Carlos Alberto Motta, o recurso vai dar um fôlego ao hospital, que por diversas vezes já teve que interromper os atendimentos por causa da falta de materiais.

“O fôlego vai ser muito grande, o recurso será em 12 vezes, nos dois primeiros meses, vamos receber um milão de cada prestação.Isso dará um fôlego para o hospital muito grande, contávamos com essa ajuda, veio em excelente hora”, disse Motta Também à Rádio Band News FM.

Atualmente, o Hospital Evangélico de Curitiba conta com 434 leitos, destes 373 estão disponíveis à rede pública de saúde.