Sem salários, servidores de Almirante Tamandaré podem cruzar os braços na próxima semana

Fernando Garcel

Com BandNews FM Curitiba

Com salários atrasados, os servidores municipais de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), decidem na próxima segunda-feira (09) se vão paralisar as atividades. Os trabalhadores não receberam o salário referente ao mês de dezembro e a nova gestão, que assumiu nesta semana, só deve resolver o problema em sete dias.

Cerca de 1,5 mil funcionários da prefeitura estão sem o salário. Eles tinham a expectativa de receber os valores até o último dia do ano passado, o que não aconteceu. Os servidores ainda alegam que a troca da gestão municipal é um período de insegurança para os trabalhadores.

> Prefeito eleito em Almirante Tamandaré reajusta próprio salário em 20%

Na manhã desta sexta-feira, o sindicato que representa os servidores municipais se reuniu com o prefeito Gerson Colodel (PMDB). A principal discussão, é claro, foi a questão salarial. Sem acordo para que os pagamentos fossem feitos, a presidente do sindicato, Benedita Izabel dos Santos, explica que uma assembleia geral foi convocada para a semana que vem. Os servidores vão decidir se aguardam o pagamento trabalhando, ou se pressionam a administração paralisando as atividades.


“Os servidores estão cansados de sofrer e estão desacreditados da gestão. Há muitos anos, entra e sai gestão, e o servidor sempre paga conta pela incompetência dos gestores. Nós vamos fazer uma assembleia com os servidores e vamos brigar para que paguem os servidores. É comida, alimentação e a vida do trabalhador. São famílias que esperam receber o salário para resolver sua situação financeira”, conta Benedita.

A Prefeitura de Almirante Tamandaré alega que o problema do pagamento dos servidores é resultado de uma complicada troca de gestão. O secretário de governo e comunicação, Cezar Manfron, argumenta que a Prefeitura não consegue resolver a situação de forma mais ágil porque recebeu todos os computadores formatados. “Realmente o município de Almirante Tamandaré deveria ter pago os funcionários até dia 30. Está demorando em virtude de que foi rompido todos os servidores e computadores da prefeitura. Não nos deixando acesso as informações”, alega Manfron.

O secretário de governo ainda reclama que o antecessor não deixou programada a folha salarial de dezembro. O dinheiro dos trabalhadores, que deveria estar reservado para o repasse até o quinto dia útil, não está no caixa da Prefeitura. Manfron defende a versão de que a gestão anterior “sabotou” a nova administração. “Tivemos um problema. Uma ‘sacanagem’. Formataram computadores, onde tem dados do município, para que a outra gestão não tenha acesso é muito difícil. Mas a gente está recuperando. Se tivéssemos acesso teríamos aprontado esse projeto antes”, afirma.

Para resolver a situação um projeto de lei será enviado à Câmara Municipal de Almirante Tamandaré. Segundo o governo, é necessária uma autorização especial para usar recursos deste ano para pagar as dívidas do ano passado. Se tudo correr como a Prefeitura espera, o Executivo vai encaminhar o projeto na segunda-feira (09) e a aprovação é esperada para a próxima sexta-feira (13).

Post anteriorPróximo post
Comentários de Facebook