TCE reprova contas de 2009 do Aeroporto de Maringá

Foto: Divulgação SAC-PR
Foto: Divulgação SAC-PR
Metro

O TCE-PR (Tribunal de Contas do Estado do Paraná) julgou irregulares as contas de 2009 da SBMG S.A. – Terminais Aéreos de Maringá que administra o Aeroporto Regional.

À época, o superintendente da companhia era Marcos Antônio Valêncio que, por conta da desaprovação, deverá pagar duas multas que somam R$ 3.626,54.

As restrições que causaram a desaprovação das contas de 2009 foram a contratação de serviços de contabilidade terceirizados, por meio de licitação, e o atraso de mais de dois anos no envio da prestação de contas ao TCE-PR.

A Coordenadoria de Fiscalização Municipal do TCE-PR, responsável pela instrução do processo, opinou pela desaprovação das contas devido às irregularidades verificadas nos autos. O parecer do Ministério Público de Contas (MPC-PR) acompanhou o entendimento da unidade técnica.

Cabe recurso da decisão. Segundo a atual administração, a medida não afeta a gestão do aeroporto. Valêncio não foi localizado para comentar a decisão.