Trincheiras no Contorno Sul de Maringá

Contorno Sul Maringá
RICARDO LOPES/METRO MARINGÁ

Com Metro Jornal Curitiba

Técnicos da prefeitura de Maringá e da Sedu (Secretaria de Desenvolvimento Urbano) do Paraná deram início na quinta-feira (17) a um estudo conjunto para viabilizar melhorias no Contorno Sul de Maringá.

Dentre as mudanças previstas no anel viário, está a construção de duas trincheiras. Uma de acesso ao Jardim São Clemente, no final da avenida Carlos Borges e outra de acesso ao Conjunto Cidade Alta, no fim das avenidas Cerro Azul e José Alves Nendo para acesso à Carmem Miranda.

A solicitação da obra havia sido entregue no fim de janeiro pelo prefeito Ulisses Maia (PDT) para a Sedu. Além das trincheiras, a intenção é de revitalizar a via. “Há uma necessidade dessas intervenções e por isso, a solicitação desse apoio ao governo do Estado”, explicou a época o prefeito.

Solicitação de apoio do governo do estado

O secretário de desenvolvimento urbano do Paraná, Ratinho Júnior reuniu-se com Maia no gabinete para dar andamento ao projeto. Apesar do desejo da prefeitura, não há custos definidos para o projeto.

Histórico

O Contorno Sul de Maringá foi construído em 1988 com o objetivo de reduzir o fluxo de veículos de dentro da cidade e como uma rota importante de ligação da BR 376 com a PR 317.

Por conta do fluxo de caminhões pesados, o asfalto está em condições ruins. Neste ano, o Corpo de Bombeiros atendeu a 10 ocorrências no local. Em um dos casos, no dia 7 de fevereiro, uma gestante perdeu o bebê após se envolver em um acidente no local.