Tudo embolado pra segunda metade do campeonato

Não dá para apontar favorito. F1 volta a encantar e a disputa promete esquentar daqui pra frente.