Dicas para finanças pessoais

caderno-financ3a7as-pessoais-2

A Telma quer aprender a poupar, mas está endividada. Bem, temos um problema: primeiro, fazer sobrar um dinheirinho todo mês.
Aqui, não tem outra saída: gastar menos, revendo supérfluos- e sempre têm: diminuir o pacote de TV a cabo, comprar só o necessário no mercado, um minuto por ligação é o suficiente no celular, cortar jantares e baladas por um tempo, usar o carro só para o indispensável, diminuir um dia de diarista, o salão de beleza e renegociar dívidas, alongando prazos.
Pode fazer falta, mas não para viver. Acreditem: podemos reduzir uns 15% do gasto mensal.
Contas reequilibradas- o que pode levar de 3 a 6 meses-, é hora de planejar e mudar a postura.
Algumas dicas: compre à vista, mas se não tiver todo o dinheiro, nunca financie em mais de 3 vezes. É fácil controlar e a dívida vai embora logo.
Segundo: se pensa numa viagem nas férias, pague ela paga antes de embarcar. Assim, além da tristeza da volta só as comprinhas para pagar e não a viagem inteira.
Terceiro: espere promoções para trocar de carro, pesquise muito as taxas do financiamento e não mais que em 24 meses, que é o prazo ideal para a troca. Não desvaloriza tanto e é quando termina a garantia.
Por fim, sempre poupe 10% do líquido, de preferência numa previdência privada, cujo imposto é o mínimo.

Consultas sobre finanças e previdência : (41) 3013-1483