Marketing digital e mídia social com Rodrigo Turra

TURRAOK

Se Marketing Digital fosse fácil e barato qualquer um faria e teria sucesso. Aqui, nesta entrevista, o publicitário Rodrigo Turra, diretor geral da iProspect Brasil, nos orienta sobre como podemos trabalhar de fato o Marketing Digital. O termo que para muitos pequenos e médios empresários, que fizeram investimentos mal orientados, hoje tem pavor de falar nesta área, já que perderam a credibilidade das ferramentas, na sua eficiência e taxa de retorno. Também cito que a grande pegadinha do mercado é querer investir pouco, ter alto retorno, sem planejamento de médio e longo prazo e ainda achando que fazer mídia social é apenas postar imagens e textos no Facebook e Instragram para que empresas, marcas e produtos, tenham representatividade na lembrança, na cabeça e principalmente no coração dos possíveis novos clientes e consumidores.

Existem métricas muito bem definidas para cada cenário de atuação da marca e produto no digital, dias, horários, tipo de imagens e texto, por exemplo, que são algumas variáveis da mídia social. O Marketing Digital planeja e estrutura as ferramentas de mídia social: como Face, Insta, Twitter, canal do Youtube e agora o Snpachat, para que os usuários reconheçam uma campanha coordenada sob diferentes momentos da semana, canais de comunicação e vendas, mensagens diretas ou com mais marketing de conteúdo, campanhas e promoções que realmente agreguem em vendas. E pensa, principalmente, nos valores expressivos de impulsionamento em prazos eficientes (como o de 48 horas por exemplo) foco em regiões e cidades baseadas nas estatísticas, hábitos de navegação, preferências e etc. Site e blogs bem construídos em plataformas como WordPress, por exemplo, facilitam a vida da vida digital do nome da marca e produto.

Quando viramos a mira para o Google Adwards aí temos um mundo de oportunidades através de investimentos financeiros com rotina, para que palavras-chave, categorias, associações e termos específicos nos coloquem nas preferências ou, pelo menos, nas primeiras três páginas, desde que estejamos sob direcionamento de agências ou profissionais dentro da própria empresa que realmente compreendam a vida da sua marca, produtos, necessidades, público-alvo, clientes já fidelizados e mais uma infinidade de variáveis a serem contempladas. A diferença do Marketing digital, para todas as outras formas tradicionais de marketing que estão há anos no mercado, é que ele está baseado semanalmente na análise dos indicadores do Google Analytics e a sua interpretação precisa e a índices crescentes, estáveis e decrescentes para começar a falarmos em estratégias boas ou ineficientes.