Câmara Federal torra dinheiro com publicidade

pec do teto dos gastos públicos votação câmara dos deputados

 

Parece que de nada adianta a Operação Lava Jato e o juiz Sérgio Moro colocar bandidos na cadeia. Também os esforços do presidente Michel Temer em cortar cargos, lançar mão de medidas de controle de gastos, etc não surtem efeito diante da farra, por exemplo, na Câmara Federal que, segundo o jornalista Cláudio Humberto, parece alheia à crise financeira no País, que já deixou mais de 12 milhões de desempregados: entre 2007 e 2016 foram gastos R$ 278,73 milhões com a “divulgação (publicidade) da atividade parlamentar”. Tudo ressarcido por meio da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar, o “cotão”, uma espécie de saco sem fundo que custeia todo tipo de gasto: de panfletos a consultorias. Os valores gastos para fazer propaganda não contemplam o salário mensal de R$ 33,7 mil dos deputados. Esse gasto é outro.