Curral de Lula salva Temer na troca de moeda

corrupção

Surpreendente a avaliação do  diretor do instituto Paraná Pesquisas, Murilo Hidalgo, sobre o mapa da votações que revela a vitória dos interesses pessoais e partidários em detrimento do bem comum. Para ele, “a votação de ontem evidencia a falta de sintonia entre o Congresso e a Opinião Pública. Os deputados do Nordeste, região na qual o Lula lidera as pesquisas de intenção de voto, salvaram o mandato do Presidente Temer, enquanto os deputados do Sul, onde o anti-petismo é mais forte, a situação foi inversa. Essa dissonância mostra que o Congresso age mais em função do jogo político do que por quem os elege. Agora, será necessário saber como a opinião pública irá cobrar essa conta nas urnas.

O que Hidalgo quis dizer em outras e curtas palavras é que efetivamente se evidenciou nesta votação, a troca de moeda, ou, o toma lá dá cá. Por exemplo: o deputado malando que tatuou o nome de Temer no braço foi o campeão de emendas no mês de julho. E assim a vida segue…