É golpe. Temer toma do mesmo veneno de Dilma

Foto: Lula Marques/Agência PT.

 

Como era de se esperar, o que aconteceu com Michel Temer foi a mesma coisa que aconteceu com sua ex-parceira, Dilma Rousseff: golpe.

Michel Temer afirma:

“Não renunciarei. Repito, não renunciarei. Sei o que fiz e sei a correção dos meus atos. Exijo investigação plena e muito rápida para os esclarecimentos ao povo brasileiro. Essa situação indubitável de dúvida não pode persistir”.

Rodrigo Rocha Loures afirma:

Através de nota à imprensa, seu advogado disse que o deputado ainda não recebeu os autos da denúncia e que estará à disposição da justiça

Aécio Neves afirma:

“O que houve foi apenas um negócio empresarial, ou seja, dinheiro para pagar umas contas e, em troca, daria um apartamento da família”.

Enquanto esses políticos profissionais que praticam atos ilícitos e explícitos, o IBGE nos apresenta o seguinte quadro da mão de obra no País:

 

Nos primeiros três meses do ano, 24,1% da força de trabalho brasileira estava desocupada ou subutilizada. O índice supera o registrado no quarto trimestre do ano passado (22,5%) e ao que foi observado de janeiro a março de 2016 (20,9%).

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) trimestral, divulgados nesta quinta-feira, 18, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado equivale a dizer que faltava trabalho para 26,5 milhões de pessoas no País no primeiro trimestre. No quarto trimestre de 2016, eram 24,3 milhões nessa condição.