Foz bate recorde de visitação e receberá mais 400 voos em julho

Foto: Itaiupu Binacional

Depois de fechar o primeiro semestre de 2017 com recorde de visitação, Foz do Iguaçu se prepara agora para receber 400 voos extras para as férias de julho. Entre janeiro e junho deste ano, o lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu, onde estão localizadas as Cataratas do Iguaçu, recebeu 798.564 visitantes, um crescimento de 15,87% em relação ao ano passado. Os números do primeiro semestre também superaram em 5,65%, os resultados obtidos nos seis primeiros meses de 2015, quando o parque ultrapassou sua marca histórica com 1.642.093 turistas.

“Com a crise econômica, os brasileiros estão viajando menos ao exterior e mais dentro do próprio país, o que vem estimulando o turismo interno, principalmente o regional. Estamos confiantes que o segundo semestre será ainda melhor e bateremos, mais uma vez, o nosso recorde histórico de visitantes”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Segundo ele, a expectativa e que o Parque Nacional do Iguaçu receba este ano 1,8 milhões de visitantes.

A marca é impressionante também em relação a junho. De acordo com os dados repassados pelo PNI, o atrativo registrou a entrada de 101.660 visitantes. A alta é de 34,70% em relação ao mesmo mês do ano passado, quando 75.427 visitaram as Cataratas do Iguaçu.

 

O Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu receberá mais de 400 voos extras no mês de junho. O número é superior as operações adicionais oferecidas no começo do ano, na temporada de verão. Isso representa uma média de 14 novos voos diários, com uma oferta de 60 mil novos assentos ao dia – entre pousos e decolagens- e uma estimativa de movimentar R$ 50 milhões na economia da cidade.

“Foz do Iguaçu é um dos destinos mais procurados do Brasil para as férias de julho. A oferta de assentos extras pelas companhias aéreas é um reflexo da demanda pelo destino, que está em alta. Com a ampliação do número de voos (média de 14 por dia), o custo das passagens aéreas vai baixar e o destino ficará ainda mais acessível”, acredita o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos,Piolla.

Além da ampliação do número de voos para Curitiba, São Paulo e Rio de Janeiro, a novidade é a conexão com quatro capitais do nordeste, ligando a Terra das Cataratas a Salvador (BA), Recife (PE), Fortaleza (CE) e Maceió (AL) com voos diretos.

Os turistas de Salvador terão à disposição 10 voos diretos para a Terra das Cataratas durante a semana através da Gol. É o maior número de frequências ofertada pela empresa entre as ligações com o nordeste do país. No sentido Foz-Salvador a companhia aérea disponibilizará nove operações.

De Recife, a Gol oferecerá seis voos extras para Foz do Iguaçu. No sentido inverso serão oferecidas quatro operações. A companhia também terá cinco frequências de Maceió chegando em Foz e o mesmo número para retorno a capital de Alagoas. A última ligação com o Nordeste prevê oito voos extras para Fortaleza – quatro de ida e o mesmo número de retorno.

“ Os voos diretos das capitais do Nordeste para Foz do Iguaçu reduzem o tempo de espera em trânsito, o que permite as famílias permaneceram por mais dias na cidade, aproveitando toda a estrutura hoteleira de qualidade e os mais diversos atrativos que são oferecidos no Destino Iguaçu”, avalia Piolla.