Governo do Paraná reajusta remédios em 6% e atinge idosos

remedios

No apagar dos fogos de artifícios do dia primeiro de janeiro de 2017, o Governo do Paraná premia os enfermos com reajuste  de 6% nos preços dos remédios. Penso que o governo, ao invés de seguir a linha do governo federal que vem cortando cargos comissionados e fazendo esforços para reduzir os custos para amenizar a crise, onde já contabilizamos 12 milhões de desempregados, faz justamente o contrário, dando injeções de aumentos nos preços dos medicamentos.

No Paraná, portanto, os remédios estão mais caros neste início de 2017 sem perspectivas de dias melhores para a população.O Governo do Estado autorizou um aumento na alíquota Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que passa de 12% para 18%, impactando no preço dos medicamentos.

O reajuste de seis pontos percentuais pesa no orçamento dos já sacrificados idosos. Por que o aumento de 6% justamente sobre os remédios? Com a palavra o governador Beto Richa.