Leprevost pede ao partido e se coloca como pré-candidato ao Senado

ney-leprevost7-300x225

 

Quem não quer saber do lenga-lenga do governador Beto Richa (PSDB), que fica neste chove-não-molha e não se decide, é o deputado estadual, Ney Leprevost (PSD). “Não podemos esperar a definição do cenário político no estado para apresentar à população paranaense a indicação de nomes que vão representar um novo momento para o Paraná no Senado Federal”, disse, ao destacar o nome do deputado Ratinho Junior para o Palácio Iguaçu.

Pré-candidato a uma vaga no Senado Federal, Leprevost observa que “um partido com a dimensão do PSD, com a maior bancada na Assembleia Legislativa, cerca de 80 prefeitos e vice-prefeitos e quase 300 vereadores no Paraná, tem que lançar candidatos ao Senado que representem essa liderança”.

Com esta posição, o deputado fez uma consulta à executiva estadual do PSD para uma posição  sobre o lançamento de pré-candidatos ao Senado Federal na eleição deste ano.

O deputado entende que o partido tem nomes consolidados e de relevância que podem começar a ser trabalhados desde já. “Vamos ter senadores que apoiem o nosso pré-candidato ao Governo, Ratinho Júnior, para que ele tenha representantes legítimos na defesa do nosso estado em Brasília”, diz um trecho do documento ao partido. Ao final, ele complementa que o “PSD e o Paraná não podem esperar por muito tempo uma definição, tampouco ficar a reboque da indefinição”.