Paraná é terceiro em exploração sexual de crianças nas estradas

Secretária da Família e Desenvolvimento Social Fernanda Richa participa do encontro com prefeitos eleitos.
Foto:Rogério Machado/SEDS
Secretária da Família e Desenvolvimento Social Fernanda Richa participa do encontro com prefeitos eleitos. Foto:Rogério Machado/SEDS

O Governo do Estado, através da Secretaria da Família e Desenvolvimento Social acaba de lançar campanha publicitária cujo tema é exploração sexual de crianças e adolescentes nas estradas. A secretária Fernando Richa explica que o objetivo é alertar a população a respeito desta prática nas rodovias paranaenses e incentivar as denúncias, principalmente no período de maior movimento nas estradas e no Carnaval. Sondagem revela que o Paraná foi apontado como o terceiro estado com os maiores índices de vulnerabilidade à exploração sexual nas estradas.

A secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, afirma que a campanha busca aumentar o número de denúncias e contribuir para reduzir estes pontos no Estado e, assim, intensificar a proteção das crianças e adolescentes. “Nós estamos mostrando o caminho para que as pessoas denunciem e alertem sobre o que está acontecendo”, diz a secretária. “O movimento nas estradas nesta época é grande. E é justamente nas rodovias onde mais acontece a exploração sexual. Por isso é tão importante que todos participem”, reforça Fernanda.

A secretária destaca que desde 2011 o Governo do Estado investe para garantir às crianças e adolescentes um desenvolvimento saudável, livre das violências e violações de direito. São capacitações, convênios para atendimento às famílias e parceria com os municípios, além do trabalho preventivo, feito pelo programa Família Paranaense.

No Paraná, foram identificados 179 pontos vulneráveis à exploração sexual de crianças e adolescentes em trechos de rodovias federais que cortam o Estado. São estabelecimentos instalados às margens das estradas com características que podem facilitar esse tipo de crime.

Para denunciar, basta ligar para o número 181 – Disque-Denúncia, serviço do Governo do Estado. A ligação é gratuita e pode ser feita de qualquer município do Paraná. O atendimento funciona 24 horas, todos os dias da semana, com garantia de sigilo das informações e de quem faz a denúncia.