Requião, a liderança do PT e guru de Gleisi

requiao_gleisi

 

 

Michel Temer não presta. Rodrigo Maia não serve. À exceção de Lula, ninguém presta para comandar os destinos do país. Ou, talvez, quem sabe, apenas os dois senadores paranaenses: Requião e Gleisi. À simples ameaça de alguém para tomar o poder das mãos do PT e, agora, de seu líder maior no Paraná, Roberto Requião, que lá vai a dupla do barulho encher o saco do povo.  Requião, com mais de 30% das intenções de votos para o Senado, o que também poderia ser revertido ao governo do Estado, deveria pensar no bem do país e não apenas no conforto do seu guru, o denunciado e réu, Lula.

Já em relação à Gleisi que, segundo pesquisa da Paraná Pesquisa, está no ponta de baixo, não lhe resta outra alternativa a não ser o esperneio e, é claro, tentar manter seu líder no poder, porque, caso contrário, sua carreira política não passará de presidente do partido. Como já disse aqui e também com recado aos procuradores da república que atuam na Operação Lava Jato, é preciso pensar no País e não apenas em partido político ou em causa própria. O Brasil precisa sair da crise e crescer e não é com Lula, Bolsonaro, Marina. Nos parece que uma das alternativas, no momento, é o senador Álvaro Dias. Mas, como Requião e Gleisi são contra tudo e todos, vão ignorar.