Rumo, a predadora de Morretes também destrói o turismo

imagem: folhadolitoral
imagem: folhadolitoral

 

A Rumo,  concessionária da linha férrea Curitiba-Morretes , mostrou, neste final de semana, que pretende mesmo destruir o turismo no município. Depois de pressionar a Serra Verde, empresa que faz o transporte de trem de turismo até a cidade, para não circular mais durante a semana, o que causará sérios danos ao comércio, principalmente à gastronomia local, a Rumo exagerou neste domingo, quando colocou vagões de lixo e dormentes para fazer manobras justamente na entrada da cidade.  A medida, sem necessidade,  provocou enorme fila de carros com famílias que descem pela graciosa para almoçar nos restaurantes da cidade.

Foi um ato de desrespeito, diziam proprietários do comércio local de artesanato e restaurantes. Segundo moradores, a Rumo é nociva ao meio ambiente, pois  comete estragos ambientais, divide a cidade de Morretes, causando sérios transtornos à nossa população e agora resolve, também, criar problemas para o turismo, fechando a passagem de veículos justamente no horário em que os visitantes descem para conhecer a cidade e almoçar.