Um presidente muito cara de pau

Foto: Beto Barata / PR

Podem chamar temer de tudo. De ladrão, corrupto, político profissional, que concordo e acrescento mais dois adjetivos: peitudo e cara de pau. Depois de pular a fogueira do inferno, no Congresso Nacional, o homem se mantém em pé e deverá terminar o mandato.

Agora, pasmem, disse que a saída de Rodrigo Janot da Procuradoria Geral da República vai beneficiar as ações da Operação Lava Jato. Oras bolas. O cara não tem escrúpulos, pois é um dos denunciados na Lava Jato e ainda ameaça trocar a direção geral da Polícia Federal, o que provocaria um impacto nas ações da força tarefa de Curitiba.

A brava rapaziada do Ministério Público, que comanda a Lava Jato, terá que ficar bem esperta com as próximas jogadas de Temer que, certamente, focarão as ações contra a corrupção para salvar a própria pele.

A expectativa, agora, é de uma possível denúncia do ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, que tem a maioria dos políticos corrutos nas suas mãos, inclusive Michel Temer. Há informações de que Cunha vai divulgar o nome de, pelo menos, 84 políticos envolvidos em falcatruas, ou seja com mãos sujas de dinheiro ilícito.