Prefeitura pretende castrar mais 1,4 mil animais com castramóveis

Foto: Prefeitura de Araucária

A Prefeitura de Curitiba pretende castrar mais de 1,4 mil cães e gatos na nova etapa de ações das duas unidades móveis contratadas. Os “castramóveis” estão agora nas regionais dos bairros Cajuru e Pinheirinho. Até esta quarta-feira (06) a unidade da área Norte ficará instalada no Parque dos Peladeiros, que fica na Rua Rivadávia Fonseca de Macedo, número 510.

Depois do feriado prolongado, na segunda-feira (11), o “castramóvel” segue para a Rua da Cidadania Cajuru, na Avenida Prefeito Maurício Fruet, número 2150. Os atendimentos na área sul começam a partir do dia 18 de setembro, na Faculdade Sociesc, que fica na Rodovia Régis Bittencourt, próximo ao Km 106, no Pinheirinho.

Em outubro, segundo a programação da Rede de Proteção Animal, começam os atendimentos nas regionais Portão e Tatuquara. “Até o fim deste ano, pretendemos atender os animais já inscritos nas dez regionais da cidade”, conta a chefe da Rede, a veterinária Vivien Midori Morikawa.

Os recursos utilizados para a concretização do programa são provenientes do Fundo Municipal do Meio Ambiente. São R$ 2,5 milhões aplicados nas cirurgias, na microchipagem para identificação dos animais e em trabalhos de educação para a guarda responsável.

Cada ação da Rede de Proteção é acompanhada por profissionais que fazem a orientação dos responsáveis sobre a importância das cirurgias.

Para este ano a meta da prefeitura é atender até 15 mil animais em todas as dez regionais da cidade. Os cachorros e gatos que vão passar pelas cirurgias agora em 2017 estão definidos, mas quem quiser garantir a esterilização do bichinho de estimação para 2018 já pode fazer a inscrição online, no site protecaoanimal.curitiba.pr.gov.br.

Segundo a chefe da rede de proteção animal, Vivien Midori Morikawa, qualquer pessoa pode se cadastrar, mas alguns casos serão priorizados.

“Vão ser priorizadas as famílias que tenham benefício social como Bolsa Família e Armazém da Família. E depois cadastrar os animais que ela pretende castrar, são cinco animais por pessoa”, explica.

Quem é protetor de animais também pode se cadastrar.

No momento da inscrição é necessário informar CPF e outros dados pessoais. Será gerado um número de protocolo. Depois é necessário comparecer até a rua da cidadania de posse dos documentos e de um comprovante do benefício social. Para realizar a validação.