Curitibanos aproveitam o início do ano para procurar emprego

Emprego
Foto: Ricardo Marajo / FAS

Com Thiago Machado, Metro Curitiba

Os postos do Sistema Nacional de Emprego (Sine) das Ruas da Cidadania de Curitiba já realizaram quase 12 mil atendimentos só nos primeiros dez dias úteis de 2018. Foram 11.896 trabalhadores atendidos, número que representa um crescimento de quase 68% em relação a todo o mês de dezembro de 2017, quando foram, ao todo, 7.083 atendimentos.

Segundo a prefeitura, o maior número de atendimentos é para cadastro do trabalhador, busca de vagas e encaminhamentos para entrevistas de emprego. De 2 a 15 de janeiro, os postos do Sine das Ruas da Cidadania realizaram 7.844 cadastros de trabalhadores, busca de vagas, encaminhamentos para entrevistas. O segundo serviço mais procurado foi de emissão de carteira de trabalho, com 2.602 solicitações. Em seguida ficaram as habilitações para o seguro-desemprego, com 1.450 atendimentos.

O aumento na procura por emprego é comum no início do ano, segundo o diretor de Relações do Trabalho da prefeitura, Cesário Ferreira Filho. “O que percebemos é que os trabalhadores aguardam o reinício da normalidade das atividades, para então voltar a buscar a reinserção no mercado de trabalho”, conta.

Segundo o diretor, a demanda nos postos aumenta também em função dos jovens que aproveitam as férias escolares para fazer a carteira de trabalho e o cadastro no Sine e buscam um possível encaminhamento para vagas de emprego.

Até esta quarta-feira (17), Curitiba tinha 569 vagas disponíveis na Agência do Trabalhador, mantida pelo governo do Paraná, e nas Ruas da Cidadania. Contando as vagas disponíveis também na Região Metropolitana de Curitiba, são 873 oportunidades ao todo.

A maioria das vagas é para operadores de telemarketing (180), auxiliares de cozinha (55) e auxiliares de limpeza (52). Há ainda cinco vagas de nível superior para nutricionista, analista de desenvolvimento de sistema, analista fiscal e engenheiro mecânico na área de ar-condicionado.

“Esses números mudam constantemente porque o sistema é online. Quanto menos qualificações a vaga exige, antes ela é preenchida”, conta Renan Rodrigues, assessor técnico da diretoria de trabalho da Fundação de Ação Social (FAS). Ele lembra que algumas vagas ficam abertas apenas um dia.

Atendimento

Os postos nas Ruas da Cidadania funcionam das 8h às 17h. Para ser atendido é preciso levar a carteira de identidade, o CPF e a Carteira de Trabalho.