Contra “Baleia Azul”, Câmara Municipal discute “Semana de Prevenção à Automutilação”

Foto: Chico Camargo/CMC
Foto: Chico Camargo/CMC

Por conta da repercussão dos casos de automutilação gerados pelo jogo mortal “Baleia Azul”, o vereador Osias Moraes (PRB) propôs a criação da Semana Municipal de Prevenção, Conscientização e Combate à Automutilação (005.00210.2017).

O jogo é disputado, em sua maioria, por adolescentes nas redes sociais e consiste em 50 desafios, tendo a última fase o suicídio. O game teria sido criado por um grupo russo conhecido como “#F57”, que está sendo investigado  por supostamente induzir mais de 130 jovens à própria morte.

“Já houve dois casos de morte em investigação policial, no Mato Grosso e na Paraíba”, contou durante a sessão plenária desta terça-feira (18). “Precisamos estar alertas quanto aos nosso jovens, prestar atenção no comportamento dos nosso filhos. Precisamos prestar atenção para que isso não ocorra dentro de nossas casas”, completou.

Osias Moraes afirmou que, com a lei, será possível “orientar e ajudar os pais, trazer à tona que o problema existe, e criar situações para que o adolescente ou o jovem não se envolva na solidão e nos problemas pessoais não resolvidos que o levam à automutilação”.

A proposta pretende desenvolver ações de prevenção e conscientização da população, por volta do dia 10 de setembro, a respeito do transtorno e de suas características. “A automutilação é definida como qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. As formas mais frequentes dessa autopunição são bater em si mesmo, cortar a própria pele, queimar-se ou arranhar-se”, diz a justificativa do projeto.

As práticas geralmente têm como objetivo o alívio de dores emocionais e, em grande parte dos casos, tem sido observada sua crescente associação a problemas como depressão, transtorno bipolar, síndrome do pânico, bulimia, anorexia, bullying, epilepsia, problemas emocionais, transtornos alimentares, dentre outros.

Curitiba tem registro maior de envolvidos com jogo Baleia Azul

Alerta
Na madrugada desta quarta-feira, a Secretaria Municipal de Saúde registrou cinco tentativas de suicídio entre adolescentes de 13 a 17 anos, que foram atendidos e encaminhados para acompanhamento em Centro de Atenção Psicossocial (Caps). Em todos os casos, havia sinais de automutilação e ingestão de medicamentos. Nesta quarta, a Prefeitura emitiu um alerta aos pais e responsáveis para ficarem atentos ao jogo Baleia Azul e também ao seriado 13 Reasons Why, da Netflix. O prefeito Rafael Greca gravou um vídeo sobre o assunto (veja aqui).

Tramitação
A proposta foi lida em plenário no dia 12 de abril e está em análise pelas comissões temáticas da Câmara, onde podem ser solicitados estudos adicionais, juntada de documentos faltantes, revisões no texto ou o posicionamento de outros órgãos públicos afetados pelo seu teor. Depois de passar pelas comissões, o projeto segue para o plenário e, se aprovado, para sanção do prefeito para virar lei.