Alunos passam por simulado para enfrentar incêndios e até tiroteios nas escolas

Foto: Daniel Castellano / SMCS
Foto: Daniel Castellano / SMCS

SMCS

Ataque de abelhas. Princípio de incêndio. Chuva forte e início de alagamento. Vendaval. Perseguição e até tiroteios. Situações imprevisíveis que podem atingir a população em diversos ambientes, inclusive em escolas. Para preparar a comunidade escolar no enfrentamento a adversidades, a Coordenação Municipal de Proteção e Defesa Civil realiza capacitações e simulados periódicos.

Nesta terça-feira (10) foi a vez de 360 estudantes da Escola Municipal Dom Bosco, na CIC, passarem pelo treinamento prático, com a participação de equipes da Defesa Civil, Guarda Municipal e Corpo de Bombeiros. A simulação foi acompanhada, inclusive, por alguns dos pais das crianças.

“O objetivo é que os pais saibam, quando deixarem os filhos na escola, que eles estão orientados caso tenham que enfrentar uma situação adversa extrema”, explicou o coordenador técnico da Defesa Civil municipal, Nelson Ribeiro.

Para cada situação, as crianças precisam seguir alguns procedimentos, repassados previamente. No caso de incêndio, por exemplo, todos os alunos evacuaram as salas, de forma ordenada, em quatro minutos e trinta e cinco segundos, sem acidentes. “É uma segurança para nossas crianças e para nossa comunidade. Eles estão preparados para as primeiras atitudes a serem adotadas em caso de incêndio ou vendaval, por exemplo”, avaliou a diretora da Escola Municipal Dom Bosco, Claudia Mara Junqueira da Silva.

A simulação é levada a sério pelos estudantes, que na Escola Dom Bosco têm de 5a 12 anos de idade. “Eu falo para os meus colegas não conversarem durante o treinamento, porque se não prestarem atenção e uma dessas situações acontecer de verdade, eles podem morrer”, disse a aluna Letícia Hunika, de 10 anos.
Gustavo Moisés Felipe, também de 10 anos, comentou sobre o envolvimento dos alunos no aprendizado. “É essencial estarmos bem treinados”, opinou. “Aprendemos várias coisas, é muito interessante”, disse o aluno Vinícius Henrique Limberger, 10 anos.

Conhecer para Prevenir

O simulado desta terça integrou a programação municipal para a Semana Nacional de Redução de Desastres. A capacitação faz parte de um programa permanente, que é o Defesa Civil na Educação – Conhecer para Prevenir.

A equipe técnica da Defesa Civil capacita os professores para que eles desenvolvam os conteúdos em sala de aula, em todas as unidades que integram a rede municipal de ensino. Duas vezes por ano, cada escola recebe a capacitação prática.