Obras de trincheira na Linha Verde geram bloqueio de ruas

Tricheira linha verde ampla SMCS
Tricheira linha verde SMCS

Os motoristas que circulam pela Linha Verde Norte, na altura do Bairro Alto e do Bacacheri, terão que redobrar a atenção, reduzir a velocidade e ficar atentos aos desvios. Desde o começo de janeiro, começaram as escavações para construção das paredes da trincheira que ligará a Rua Amazonas de Souza Azevedo, no Bacacheri, à Rua Fulvio José Alice, no Bairro Alto.

Quando a trincheira estiver concluída, os motoristas poderão cruzar a Linha Verde de um bairro para o outro sem interrupções. A nova trincheira formará um binário com a trincheira que já existe nas ruas José Zogda e Gustavo Rattman. Ambas vão ligar o Bairro Alto ao Bacacheri.

O investimento na obra é de R$ 27 milhões, recursos vindos de financiamento da Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e de Certificados de Potencial Adicional de Construção (Cepacs) emitidos pela Prefeitura. A promessa é de que a obra fiquei pronta até o final de 2017.

Desvios e bloqueios de ruas

Em razão da obra da trincheira, alguns desvios de trânsito foram feitos na região. A Rua Xaverianos, entre a Rua José Zogda e a marginal da Linha Verde, está bloqueada. O bloqueio deve durar 30 dias.

Além da construção da trincheira, estão sendo feitas obras na canaleta central da Linha Verde Norte, que formará o novo corredor de transporte coletivo com linhas do Ligeirão. As obras seguem desde a altura da Victor Ferreira do Amaral, no Tarumã, até o Conjunto Solar, no Bacacheri.

Todos os desvios de trânsito estão sinalizados na região e foram definidos para gerar o mínimo de transtorno para os motoristas que se deslocam pela Linha Verde, de acordo com a prefeitura.