Pacientes começam a ser chamados para mutirão de dermatologia

Atendimento médico
Foto: Carol Garcia / SECOM

A Prefeitura de Curitiba começa a chamar na quinta-feira (2) os pacientes que vão ser atendidos pelo Mutirão de Dermatologia e Pequenas Cirurgias de Pele, que deve começar no dia 9 de março. As pessoas vão passar por avaliação no Hospital Evangélico e serão informadas do agendamento do atendimento no dia do mutirão.

A ação faz parte do programa Saúde Já e a dermatologia será a primeira especialidade atendida.  Hoje, 15.810 pessoas aguardam consultas dermatológicas e 4.260 para realizar pequenas cirurgias. A expectativa da prefeitura é acabar com a fila.

Além do Mutirão de Dermatologia, outros três acontecerão para atender pacientes das áreas de Cardiologia, Ortopedia e Vascular, além de um especial para exames complementares. Serão investidos R$ 12 milhões e a perspectiva é de beneficiar 150 mil pessoas diretamente.

As outras especialidades vão ter uma sistemática parecida. Na área de Cardiologia, o mutirão inicia no dia 16 de março, no Hospital do Idoso Zilda Arns. Nesta especialidade, a fila para a consulta é de 6.066 pessoas, com tempo médio de espera de 4 meses. Só para o exame de ecocardiografia transtorácica, por exemplo, a demora chega a 25 meses.

A proposta é que no mutirão, tanto a consulta, como o exame, sejam feitos no mesmo momento. “Queremos evitar que o usuário saia de uma fila e tenha de entrar em outra para fazer um exame. É inadmissível que o cidadão tenha que, após aguardar meses por uma consulta, esperar mais 25 meses para realizar um exame. Vamos solucionar isso”, diz o secretário municipal da Saúde, João Carlos Baracho.

Um mutirão só para Exames Complementares, como Raio-X, ultrassonografia, ressonância, está previsto para 30 de março. Com uma fila de espera média de 24 meses, são 25.418 pessoas aguardando atendimento.

Data de início dos mutirões do Saúde Já:

• 9 de março – Mutirão de Dermatologia e Pequenas Cirurgias de Pele
Local: Hospital Evangélico
Há uma fila de 10 meses (15.810 consultas) na Dermatologia e 19 meses nas Pequenas Cirurgias de Pele (4.260 cirurgias).

• 16 de março – Mutirão de Cardiologia
Local: Hospital do Idoso Zilda Arns
Há uma fila de 4 meses para consulta (6.066 pessoas) e de 25 meses para exame de ecocardiografia transtorácica (2.262 solitações) para ecocardiografia transtorácica.

• 30 de março – Mutirão de Exames Complementares
Local: a confirmar
A espera por exames varia entre 7 e 14 meses, dependendo do exame. São 25.418 pessoas aguardando na fila.

• 6 de abril – Mutirão Ortopédico
Local: a confirmar
A ortopedia é a área com maior demanda reprimida. A espera pela consulta chega a 22 meses. A fila conta com 25.405 pessoas aguardando. A expectativa é zerar até o fim do próximo ano.

• 27 de abril – Mutirão Vascular
Local: a confirmar
A espera chega a 20 meses. São no total 11.098 pessoas aguardando.