Sem apoio público, Parada LGBT em Curitiba busca patrocínio

Foto: divulgação / APPAD
Foto: divulgação / APPAD

Cerca de três milhões de pessoas devem comparecer na Parada do Orgulho LGBT em São Paulo neste domingo (17), no maior evento LGBT do mundo. Enquanto o Brasil debate o mega evento de São Paulo, a Associação Paranaense da Parada da Diversidade (APPAD) já deu início a organização da edição curitibana que será realizada no dia 5 de novembro, no Centro Cívico.

De acordo com a APPAD, a Parada LGBT de Curitiba não recebe financiamento público e os organizadores buscam parcerias e apoiadores para a edição deste ano. Em 2016 a Uber foi a principal patrocinadora.

“O que eu tenho a ver com isso? ” é o tema da 18ª edição da Parada da Diversidade LGBT de Curitiba (2017), que busca mobilizar a sociedade em torno da agenda de promoção e defesa dos direitos humanos de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersex.

Temas como racismo, machismo, xenofobia, intolerância religiosa e prevenção de HIV/Aids também serão abordados no evento.

Visibilidade

Para colaborar na mobilização do evento e para promover direitos humanos de LGBT, serão iniciadas em julho, diversas oficinas para estudantes de comunicação e turismo, cultura e voluntariado. Informações podem ser obtidas pelo telefone da associação 41-3044-5151 ou pela internet no e-mail appadpr@yahoo.com.br; na página do evento no Facebook e também pelo Twitter.

Parada LGBT Curitiba