Agência de turismo oferece ‘Tour da Lava Jato’ em Curitiba

Foto: Orlando Kissner
Foto: Orlando Kissner

Uma agência de turismo de Curitiba está oferecendo um roteiro especial para os fãs da Operação Lava Jato. O “tour da Lava Jato” passa por lugares relacionados à operação, como a superintendência da Polícia Federal e a sede da Justiça Federal, de onde o juiz Sérgio Moro conduz os processos.

A diretora da agência Special Paraná Turismo e Eventos, Bibiana Antoniacomi, conta que decidiu criar o passeio depois de receber vários pedidos de turistas que tinham curiosidade em conhecer os locais. “Nós atendemos pessoas de várias partes do Brasil e, assim que começou a operação, eles começaram pedir para ir conhecer os locais ligados à Lava Jato, especialmente o lugar onde trabalha o juiz Sérgio Moro”, explica.

O passeio pode durar até quatro horas e são oferecidos dois horários de saída. O tour começa na Procuradoria da República, passa pelo prédio histórico da Universidade Federal do Paraná, onde Moro é professor, e depois, segue para a sede da Justiça Federal no Paraná e para a superintendência da Polícia Federal, no bairro Santa Cândida. O roteiro termina no Complexo Médico Penal, em Pinhais, onde alguns dos envolvidos no esquema de corrupção estão detidos. As visitas são externas, uma vez que, por questões de segurança, não é permitido entrar nos prédios públicos.

O passeio oferece também material de apoio, com detalhes e curiosidades sobre as investigações. Segundo a diretora da agência, o guia ainda dá dicas sobre os lugares onde os procuradores da força-tarefa do Ministério Público costumam almoçar e lanchar durante a semana, caso o turista queira visitar após o passeio. “Ao final do passeio, se a pessoa quiser parar ali, tem alguns lugares que a gente sabe que o pessoal da procuradoria frequenta. Quem acompanha é fã dos procuradores e eles podem, de repente, ter a oportunidade de ver algum deles”, afirma.

Até o momento, a agência tem uma reserva confirmada para junho e já recebeu várias ligações de turistas interessados. Mas Bibiana conta que também recebeu e-mails com críticas pela criação do roteiro. “Nós tentamos ser o mais neutros possível. Não queremos criar polêmica”, afirma, contando que chegou a enviar um e-mail explicativo para os clientes e clientes em potencial da agência para esclarecer o roteiro.

O tour da Operação Lava Jato em Curitiba custa R$ 340 por pessoa.

10497158_445532225589726_1041421005161117070_o