Unidades de Saúde sofrem quatro assaltos em uma semana em Curitiba

Assaltos nas Unidades de Saúde de Curitiba.
Foto: Rodrigo Féliz Leal

Do Metro Curitiba

Unidades de Saúde de Curitiba têm sofrido com furtos neste início de 2017. Segundo a prefeitura, quatro unidades foram alvos dos ladrões em menos de uma semana. Na madrugada de ontem, duas unidades no Sítio Cercado – Sambaqui e Nossa Senhora Aparecida – foram assaltadas.

De ambas, foram levados computadores, monitores e teclados. A unidade Sambaqui foi atacada quatro vezes nos últimos 30 dias. No período, foram levados 8 computadores, 7 monitores e 3 ventiladores, além de anticoncepcionais injetáveis. Além disso, a Secretaria de Saúde informou que foi levado um pendrive da geladeira de vacinas.

“O atendimento pela manhã foi prejudicado. Tivemos que nos adequar e encaminhar as pessoas para outras unidades para receber vacina até regularizar a situação”, afirmou o gestor da unidade Sambaqui, dr. Edinael Marciano. A prefeitura afirmou ao Metro Jornal que ontem os computadores roubados já foram repostos.

As janelas quebradas pelos ladrões para entrar nas unidades também já foram recolocadas. A segurança das unidades de saúde é feita por uma empresa terceirizada, que só comparece ao local da ocorrência quando é acionada por alarme, em geral quando os assaltantes já fugiram.

Outras situações 

Na semana passada, outras duas unidades foram alvos de criminosos. No último domingo, houve um “quase-furto” na Unidade de Saúde Sante Felicidade: segundo a prefeitura, um homem arrombou o local e fugia com um computador quando as pessoas ao redor gritaram e ele saiu sem levar nada. Já na semana passada, a unidade Oswado Cruz, na CIC, foi furtada durante um dia. Um homem levou uma sanduicheira usada pelos funcionários.