Fomento Paraná participa de Congresso Empresarial, 27ª Convenção Anual da Faciap e 4º Fórum CACB Mil

Foto: Jaelson Lucas/ANPr
Foto: Jaelson Lucas/ANPr

O diretor de Mercado da Fomento Paraná, Luiz Malucelli Neto, está representando a instituição financeira do Governo do Estado no Congresso Empresarial e Convenção Anual da Faciap e 4º Fórum CACB Mil.

A organização do evento é da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (FACIAP) em conjunto com a Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB). Durante os três dias, mais de 1.500 empresários vão debater empreendedorismo, negócios e inovações em gestão. Também estão na pauta o Brasil e a agenda de reformas, focada nas mudanças necessárias e nas atitudes que devem prevalecer para o país reencontrar seu círculo virtuoso do crescimento.

A abertura do evento, que acontece em Foz do Iguaçu (18 a 20 de outubro), teve a participação do governador Beto Richa, nesta quarta. O governador afirmou que a melhor forma de combater a desigualdade social é com gestão pública de qualidade. “A gestão responsável e austera amplia a capacidade de investimento público em áreas essenciais para a população”, disse Richa. “A responsabilidade com as contas públicas é mais eficaz que programas assistencialistas, que não estimulam a melhoria de vida. Já a boa gestão dos recursos garante qualidade de vida para a população”, destacou.

Malucelli Neto participou de um Painel do Encontro Nacional do Empreender, para discutir “A Experiência do Paraná na Inclusão Financeira das MPEs”. O painel contou com representantes de instituições como Sociedades Garantidoras de Crédito, Fomento Paraná, Central SICOOB UNICOOB Paraná, BRDE e Bancoob, com moderação do Sebrae-PR.

O diretor da Fomento Paraná reforçou a importância das instituições financeiras de desenvolvimento e do tratamento diferenciado que estas entidades oferecem ao empreendedor, como taxas de juros mais competitivas e prazos.

Malucelli Neto lembrou que a Fomento Paraná é parceria das associações comerciais em vários projetos e destacou os números da instituição, que desde 2011já contratou R$ 890 milhões em financiamentos para apoiar empreendedores de micro, pequeno e médio porte, da indústria, do comércio e setor de serviços, além de projetos especiais, em todas as regiões do estado.