MP pede à Justiça 24 anos de prisão a 2 executivos do Bradesco acusados de corrupção

Roger Pereira

O Ministério Público pediu que a Justiça condene Luiz Angelotti e Domingos Abreu, dois executivos do Bradesco acusados de corrupção, a pelo menos 24 anos de prisão. Ambos viraram réus por conta da mesma investigação, que faz parte da Operação Zelotes, e aguardam o julgamento em liberdade, informa o UOL.

A Zelotes investiga desde 2015 uma série de empresas que corrompiam agentes da Receita e do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) para obter isenções bilionárias de impostos. O valor indevidamente perdoado giraria na casa dos R$ 20 bilhões, segundo a Polícia Federal e a Procuradoria.

Este pedido de pena está nas alegações finais do processo, última fase de uma ação criminal antes da sentença. Foram acusados Angelotti, Abreu e outras oito pessoas –servidores públicos e intermediários (elos entre os operadores do esquema e os funcionários corruptos).

Leia a matéria completa no site do UOL


Post anteriorPróximo post
Roger Pereira
Repórter do Paraná Portal
Comentários de Facebook