Paraná Clube inicia contagem regressiva para o acesso diante do Santa Cruz

Foto: Rodolfo Buhrer - Paraná Portal
Foto: Rodolfo Buhrer - Paraná Portal

O acesso nunca esteve tão perto e para agarrá-lo de uma vez o Paraná Clube inicia a semana mais decisiva do ano diante do Santa Cruz, nesta terça-feira (14), às 21h30 (horário de Brasília), no Arruda, em Recife, no duelo válido pela 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O adversário já está rebaixado e em crise com salários atrasados, mas a equipe do técnico Matheus Costa não tem pensado nisso.

As contas são favoráveis. De acordo com o site Chance de Gol do UOL, o Tricolor tem 84,5% de probabilidade de acesso. Se vencer os dois próximos duelos (Santa Cruz e CRB) tem a vaga na Série A praticamente certa, além disso, com um tropeço do Oeste (frente ao Internacional ou ABC) é só correr para o abraço.

Com 59 pontos, na quarta posição, a equipe paranista pode abrir seis pontos de vantagem do time de Barueri, caso ele perca para o Inter. Porém, se nada der certo, a diferença pode cair para um ponto de distância.

Quem comanda o jogo é o árbitro Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Guilherme Dias Camilo e Sidmar dos Santos Meurer.

A equipe

O técnico Matheus Costa tem feito mistério em relação a equipe e não descartou utilizar o mesmo time que enfrentou o Luverdense. Na ocasião, o treinador apostou na mudança de formação com Robson atuando mais como camisa nove e sacando Alemão para entrada de Vitor Feijão na titularidade. Além disso, Igor foi para o banco e o zagueiro Rayan foi improvisado na lateral-esquerda.

A tendência é que ele mantenha essa equipe com Richard; Cristovam, Eduardo Brock, Iago Maidana e Rayan; Gabriel Dias, Vinícius Kiss e Renatinho; João Pedro, Vitor Feijão e Robson.

Dessa maneira, o volante Leandro Vilela, que entrou durante o jogo passado após tratar uma lesão, ainda não retornaria ao time titular;

 

O adversário

O Santa Cruz passa por um momento delicado. O time pernambucano já está rebaixado e conta com salários atrasados. Na tarde desta segunda-feira (13), os jogadores até treinaram, mas a atividade mais importante foi uma reunião entre diretoria, Federação Pernambucana de Futebol e Sindicato dos Atletas de Pernambuco.

Com ameaça de greve e a possibilidade de dar W.O, a diretoria se virou nos trinta para conseguir um empréstimo que salvasse a partida. O prazo para quitar a dívida, dado pelo sindicato que representa os atletas, é até às 15h desta terça-feira.