“O Londrina prova que é um time em ascensão”, analisa Tencati

Foto: Gustavo Oliveira - LEC
Foto: Gustavo Oliveira - LEC
Da assessoria

Dois anos, duas vezes que a equipe principal do Londrina chega às últimas rodadas do Campeonato Brasileiro da Série B com possibilidade de acesso à primeira divisão nacional. Campanhas que mostram um clube em ascensão e que deve ser motivo de orgulho para o torcedor, avalia o técnico Cláudio Tencati.

Campeão da Copa da Primeira Liga mês passado, o Alviceleste arrancou nesta reta final de Série B. Saiu do décimo para o quinto lugar em pouco mais de seis semanas. Nas últimas dez partidas, foi a equipe que mais pontuou e venceu na competição. Descontou uma diferença de nove pontos em relação ao G4 e chegou até a penúltima rodada com chances de subir à Série A. Mas o empate sem gols com o América-MG no sábado (18) adiou o sonho. Pelo menos por enquanto, na opinião do treinador alviceleste.

“Sintam-se orgulhosos pelo Londrina, pelo time. De novo, o Londrina prova que é um clube em ascensão”, apontou o treinador. “Temos que ressaltar o comprometimento dos jogadores com o clube. E o clube deu esse respaldo. No primeiro turno não fomos bem, infelizmente. Mas o time cresceu. A conquista da Copa da Primeira Liga contribuiu para a autoestima dos atletas, adotamos uma postura tática diferente. E o time se organizou dentro dessa postura tática. Tivemos mais jogadores à disposição. Então, temos que olhar como um todo”, disse.

“Agora é pensar num planejamento no futuro”, continuou Tencati. “Há muitos atletas que vão terminar seus contratos. Nós da comissão técnica também temos um ciclo e agora vamos conversar para ver se esse ciclo se mantém. E claro: temos ainda mais um compromisso (contra o Vila Nova), porque o posicionamento do clube (na tabela) é importante”, destacou o comandante alviceleste quanto à última rodada da Série B, neste sábado (25), às 17h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Técnico que há mais tempo está no cargo no futebol brasileiro, Tencati completa neste ano a sétima temporada à frente da equipe principal do Tubarão. Neste período, conduziu o time em 272 partidas (152 vitórias e 71 empates). Conquistou a Copa da Primeira Liga de 2017, o Campeonato Paranaense de 2014, a Divisão de Acesso do Estadual em 2011 além de quatro títulos do interior e outros dois acessos que trouxeram o LEC da Série D para a Série B nacional.