Paraná Clube confirma a contratação de Matheus Pereira, ex-Corinthians

Francielly Azevedo

Com assessoria

O Paraná Clube confirmou a contratação do meia Matheus Pereira. O jogador foi revelado na base do Corinthians e conquistou o Mundial Sub-17 de clubes na temporada 2015/16.

Após se destacar no Corinthians, o atleta foi transferido para o Empoli, na Itália, antes de ser negociado com a Juventus. Ano passado, foi emprestado ao Bordeaux, da França. “Estou feliz com essa possibilidade de retornar ao Brasil e disputar a Série A”, disse o meio-campista.

Também com passagens pelas seleções brasileiras Sub-15 e Sub-17, Matheus Pereira foi escolhido o melhor jogador do Mundial Sub-17, quando o Corinthians derrotou, na final, o Atlético Nacional-COL, por 3×0, em 2015. Nas duas temporadas no futebol europeu, Matheus diz ter aprendido muito e amadurecido. “Principalmente na Itália, onde fiquei mais tempo. É um futebol muito tático e evoluí neste aspecto”, disse o jogador. Agora, o foco é retomar espaço no cenário nacional. “Estou chegando num grande clube, que oferece uma ótima estrutura”, comentou.

O meio-campista diz estar apto para jogar. “Estava treinando normalmente. Então, estou à disposição da comissão técnica”, explicou.


Matheus Pereira se define como um meia armador, que busca sempre a articulação do time e as assistências para os companheiros. “Sei que os resultados não foram aqueles que esperávamos nos primeiros jogos. É início de temporada e isso é normal. Vejo um grupo muito bom e com muita vontade de vencer. Vamos reverter esse cenário, com certeza”, arrematou o jogador, que já está no BID e pronto para estrear.

 

Ficha técnica

Nome: Matheus Pereira da Silva

Idade: 19 anos (25/02/1998, em São Paulo-SP)

Altura: 1,81m

Peso: 69kg

Posição: meia

Clubes: Corinthians-SP, Empoli-ITA, Juventus-ITA, Bordeaux-FRA e Paraná Clube

Post anteriorPróximo post
Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná. Repórter do Paraná Portal e Rádio CBN. Tem passagens pela TV éParaná, TV Assembleia, TV Transamérica, CATVE, Rádio Iguassu e Folha de Londrina.
Comentários de Facebook