Cirino pode reforçar o Inter em troca com o Furacão

Gilvan Souza-Flamengo
Gilvan Souza-Flamengo

Considerada uma das maiores contratações do Flamengo há dois anos, Marcelo Cirino não conseguiu se firmar de forma total no Rubro-Negro e pode ser uma moeda de troca pelo Furacão, ao qual tem vínculo ainda, em uma negociação com o Internacional. Em baixa no Flamengo, Cirino, que sequer foi relacionado para jogos da Primeira Liga, iria reforçar o Colorado e o Inter liberaria o volante Eduardo Henrique para o time paranaense.

A negociação chegou a avançar em janeiro, mas o Atlético, que mostrava interesse em Eduardo não fechou o acordo. O técnico Paulo Autuori mostra otimismo com a chegada de um atleta para a posição. Caso passe pelo Capiatá, o Rubro-Negro entrará na fase de grupos ao lado de Flamengo, San Lorenzo e Universidade Católica do Chile.

Eduardo era jogador do Coimbra-MG no ano passado, com o técnico Celso Roth ganhou algumas chances, mas afundou junto com o time para a Série B. O clube não mostra mais interesse em manter o atleta, o mesmo caso que vive Anderson, que pode ser negociado com o Coritiba.